Postos devem abrir 24 h para tratar dengue no Rio

A medida judicial que obriga os 140 postos de saúde da prefeitura do Rio a funcionar 24 horas começa a vigorar hoje. O Ministério da Saúde e o governo estadual terão de mobilizar médicos e garantir a segurança dos profissionais que atuam em áreas perigosas. A decisão é da juíza da 18ª Vara Federal, Regina Coeli Medeiros de Carvalho. Se não for cumprida, cada uma das autoridades intimadas será multada em R$ 10 mil por dia.Ontem, a Secretaria Municipal de Saúde confirmou a morte da 51ª vítima de dengue na capital. No dia 2 de abril, uma bebê de 8 meses morreu no Hospital Souza Aguiar, no centro. O caso eleva o número de óbitos no Estado para 84 neste ano.A liminar foi concedida pela juíza Regina Coeli na semana passada, a pedido do defensor público da União, André Ordacgy. ?Até ontem, só havia sete postos abertos (24 horas). Hoje, todos têm que estar funcionando, caso contrário os secretários municipal e estadual, além do representante do Ministério da Saúde, serão penalizados?, afirmou. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE, Agencia Estado

15 de abril de 2008 | 10h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.