Poupança capta quase R$1,9 bi nos 2 últimos dias de abril--BC

A caderneta de poupança fechou abril com captação líquida de 1,978 bilhão de reais, com forte concentração nos últimos dois dias do mês. De acordo com o Banco Central, nos dias 27 e 30, houve entrada líquida de 1,836 bilhão de reais.

REUTERS

07 Maio 2012 | 10h31

Logo após a publicação da ata do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC, no dia 26, quando indicou que deveria continuar reduzindo a Selic, hoje em 9 por cento ao ano, o mercado começou a especular que o governo poderia mexer no rendimento da poupança.

O movimento veio na última quinta-feira, quando o governo anunciou que o rendimento da caderneta, toda vez que Selic ficar igual ou menor do que 8,50 por cento ao ano, passaria a ser de 70 por cento da taxa básica de juros, mais a Taxa Referencial. Acima desse patamar da Selic, os ganhos da poupança continuam sendo de 0,50 por cento ao mês, mais a TR.

O objetivo foi evitar forte migração de grandes investidores para a poupança, cujo rendimento antigo poderia ficar mais atrativo com mais quedas na Selic, e distorções no mercado financeiro.

Ainda segundo o BC, em março, a poupança havia registrado captação líquida de 2,545 bilhões de reais.

(Reportagem de Patrícia Duarte)

Mais conteúdo sobre:
MACRO POUPANCA ABRIL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.