PR: plantio de trigo avança

Produtores do Estado já plantaram 60% da área estimada e 98%[br]das lavouras estão em boas condições

Jane Miklasevicius e Sandra Hahn, O Estado de S.Paulo

28 de maio de 2008 | 01h41

O plantio de trigo supera os 60% da área estimada no Paraná, principal produtor nacional. Segundo o Departamento de Economia Rural (Deral), 98% da lavoura está em boas condições, com 34% da área em germinação, 65% em desenvolvimento vegetativo e 1% em floração.No Rio Grande do Sul, o plantio atinge 11% da área estimada. Segundo a Emater, as condições climáticas são favoráveis à safra de inverno. A empresa de assistência técnica aos produtores rurais diz que muitos agricultores gaúchos estão ainda encaminhando pedidos de financiamento para compra de insumos. ''Existe preocupação por parte dos agricultores quanto ao preço dos fertilizantes. O valor de mercado da saca, na semana, foi de R$ 33,27, 0,70% acima da que passou.''Na quarta-feira, a Câmara Setorial do Trigo do Rio Grande do Sul decidiu levar à Brasília a discussão sobre como reduzir o custo de produção do trigo, que chega a R$ 970 por hectare apenas nas despesas fixas, disse o assistente regional da Emater Ataídes Jacobsen. Incluindo as despesas variáveis, o custo atinge R$ 1.200 por hectare na safra 2008.O presidente da Comissão de Trigo da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), Hamilton Jardim, pretende discutir na reunião da Câmara Setorial das Culturas de Inverno, que será realizada hoje, em Brasília, uma proposta para que o governo federal subsidie o fertilizante para a lavoura de trigo. Conforme Jardim, o fertilizante está representando mais de 40% do custo de instalação do cereal, ante uma média histórica em torno de 20%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.