Prada aposta em novas lojas em mercados crescentes como Brasil

A grife italiana Prada está apostando nos planos de expansão de sua lojas após seu crescente negócio na Ásia ter ajudado a empresa a superar as estimativas com um aumento de 72 por cento no lucro anual.

FARAH MASTER E ANTONELLA CIANCIO, REUTERS

29 Março 2012 | 12h17

A empresa de bolsas de luxo e vestidos Miu Miu, que tem sede em Milão, anunciou nesta quinta-feira que o lucro no ano fiscal terminado em 31 de janeiro foi de 432 milhões de euros (574 milhões de dólares), contra previsão média de analistas de 416 milhões de euros, segundo pesquisa da Thomson Reuters.

"Após a abertura de 75 (lojas) em 2011, nós confirmamos nossa estratégia já divulgada e esperamos uma média de 80 aberturas de lojas por ano em 2012 e 2013", segundo a empresa.

Metade das aberturas será feita em mercados de rápido crescimento como Ásia, Oriente Médio, Brasil e Marrocos.

A rede de varejo contribui com perto de 78 por cento da receita da Prada, acima dos 71 por cento em 2010. A empresa tinha 388 lojas próprias no final de janeiro.

(Reportagem adicional de Sabina Suzzi)

Mais conteúdo sobre:
CONSUMO PRADA BRASIL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.