Praias da zona sul do Rio ficam lotadas no feriado

As praias da orla da zona sul do Rio ficaram lotadas no feriado do Dia da Consciência Negra. A temperatura chegou a 36 graus, de acordo com a página na internet Climatempo. A Polícia Militar (PM) e a Guarda Municipal reforçaram a segurança por causa do aumento de furtos a banhistas. Doze pessoas foram detidas pela PM, em Ipanema, mas a corporação negou que tenha havido arrastão.

CLARISSA THOMÉ, Agência Estado

20 de novembro de 2013 | 20h01

Guardas municipais também detiveram dois homens que haviam furtado o celular de uma turista colombiana na praia do Arpoador, na zona sul do Rio. A dupla, presa em flagrante, foi encaminhada para a Delegacia Especial de Atendimento ao Turista.

O Dia da Consciência Negra foi comemorado com danças junto à estátua de Zumbi de Palmares, símbolo da luta contra a escravidão, na Avenida Presidente Vargas, no centro. As atividades começaram com uma vigília, às 6 horas. Depois, formaram-se rodas de samba e de capoeira. Também houve apresentação de dança afro, jongo e maculelê.

Para marcar a data, a prefeitura inaugurou ainda uma placa no Cais do Valongo, importante sítio arqueológico da diáspora africana. Era nesse local em que se fazia o comércio dos "pretos novos", aqueles recém-chegados da África, no início do século 19. A prefeitura está em campanha para que o sítio arqueológico seja considerado patrimônio da humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Tudo o que sabemos sobre:
Consciência NegraRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.