Alex Silva/AE
Alex Silva/AE

Prato do dia: cuscuz verde

Mesmo que você não seja fã de cuscuz, dê uma chance a esta receita - os grânulos de sêmola são misturados a um pesto de ervas, o que deixa a base do prato muito saborosa. Além disso, ele leva cebola, pistache e feta. Ideia de Yottam Ottolenghi, chef fascinado por legumes e verduras que reflete em seus pratos todas as influências gastronômicas que recebeu. Ele nasceu em Israel, filho de pai italiano e mãe alemã, estudou culinária na escola francesa Le Cordon Bleu e vive em Londres desde 1997, onde tem um restaurante com seu nome. Escreveu dois livros de cozinha campeões de venda e assina uma coluna de comida vegetariana no The Guardian. Ah, apesar de todas as credenciais do chef, esta receita é fácil, rápida e deliciosa. Está no livro Plenty (Ebury Press, 2010). Serve como acompanhamento ou prato principal.

Patrícia Ferraz, O Estado de S.Paulo

25 Julho 2013 | 02h16

1. Ponha o cuscuz numa travessa grande e cubra com o caldo de legumes fervente. Tampe com filme plástico e espere dez minutos para hidratar.

2. Refogue a cebola com uma colher de azeite. Quando estiver bem dourada, tempere com sal, cominho e misture. Tire do fogo e reserve.

3. Bata as ervas no processador, com seis colheres de azeite e um pouco de sal, até obter uma pasta.

4. Misture a pasta de ervas ao cuscuz, mexa bem, com a ajuda de um garfo. Distribua o pistache e a cebola. Ponha a pimenta e, por último, espalhe a rúcula e o feta. Sirva em temperatura ambiente.

Rende 4 porções.

GLUPT! Recomenda

O ideal é um Sauvignon Blanc gelado, mas como está frio sugiro um que não precisa ser gelado, o De Lucca Reserva 2008 (R$ 55, na Premium Wines) ou o Marsanne, do mesmo produtor (R$ 55). Ou um Chardonnay com carvalho destacado como o californiano Hawk Crest, da Stag's Leap (R$ 78, na Mistral).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.