Pratos desfilam em coleções

Que a gaúcha Roberta Sudbrack é louca por um desafio não é novidade - não fosse assim, ela não teria aceitado o convite da então primeira-dama Ruth Cardoso para trocar os jantares em domicílio pela cozinha do Palácio da Alvorada, durante o governo de Fernando Henrique. O passo seguinte foi abrir um restaurante no Jardim Botânico, há nove anos, com dupla ousadia: alta cozinha servida só na forma de menu-degustação. A única exceção é o almoço de sexta-feira, à la carte. Em junho e julho deste ano, por causa da Copa, o restaurante vai abrir também para o almoço.

O Estado de S.Paulo

05 Junho 2014 | 02h08

Roberta apresenta seus pratos em coleções, a cada temporada. E tem o dom de transformar em estrelas ingredientes geralmente desprezados, explorando-os de forma obsessiva para extrair seu melhor com diferentes técnicas. O tema atual é a jaca, que aparece delicada na forma de picles em par com gelatina de caqui; triturada sobre um caldinho de galinha caipira apimentado; com carne de sol, couve flor e caldo. Mas o menu traz também outros sabores em divinas combinações, como lagostim com canjica e caviar (foto), robalo com cebola e bouillon de jambón... Não por acaso, a chef inspira o trabalho da nova geração.

Só com reserva. Menu-degustação de 3 pratos (R$ 210), 5 pratos (R$ 325) e 9 pratos (R$ 380).

Onde. R. Lineu de Paula Machado, 916, Jd. Botânico, RJ,

(21) 3874-0139

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.