Preço de passagens aéreas no Brasil é o menor desde 2002--Anac

O valor das passagens aéreas vendidas no Brasil no período entre julho do ano passado e junho de 2011 foram as mais baratas de uma série histórica iniciada em 2002, quando comparados aos mesmos meses dos anos anteriores, segundo informações divulgadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) nesta sexta-feira.

REUTERS

09 de setembro de 2011 | 13h35

De acordo com o relatório disponibilizado pela agência reguladora, em junho deste ano o yield doméstico --indicador referencial de preços de passagens aéreas-- foi de cerca de 0,34 centavos de real, queda de 14,56 por cento em relação ao mesmo mês de 2011 e de 47 por cento ante julho de 2002, ano do início da medição.

A Tarifa Aérea Média --valor médio pago pelo passageiro por uma viagem aérea em território brasileiro, independente de escalas, conexões e distâncias dos voos-- foi de 271,37 reais em junho de 2011, aumento de 1,97 por cento em relação a junho de 2010, mas queda de 33,4 por cento em relação a junho de 2002.

"Os valores são calculados com base nos dados das tarifas comercializadas pelas empresas aéreas, mensalmente registradas na Anac, e atualizados pelo IPCA", explicou a agência, em comunicado.

"No mercado internacional, a implementação do regime de liberdade tarifária em voos com origem no Brasil foi concluída em 2010, de modo que os dados das tarifas aéreas internacionais comercializadas no país a partir de janeiro de 2011 também serão registrados pelas empresas aéreas brasileiras e estrangeiras e divulgados pela Anac", afirmou a agência.

(Por Carolina Marcondes)

Mais conteúdo sobre:
AEREASANACTARIFAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.