Preço do minério cai abaixo de US$110/t; menor valor desde 2009

O preço do minério de ferro caiu abaixo de 110 dólares por tonelada de acordo com um índice de referência na China, registrando o seu menor valor desde 24 de dezembro de 2009.

MANOLO SERA, Reuters

21 de agosto de 2012 | 14h30

O minério com 62 por cento de teor de ferro caiu quase 1 por cento, para 109,30 dólares na segunda-feira, de acordo com o Leste Indexo.

O valor do minério já caiu 21 por cento até o momento neste ano, ultrapassando a queda nos futuros do aço na China, que acumulam baixa de 13 por cento em 2012.

O interesse de compra ainda é limitado com preços no mercado à vista em declínio.

Vendedores cortaram preços de ofertas para cargas estrangeiras na China em até 2 dólares por tonelada nesta terça-feira, de acordo com a consultoria Umetal, baseada em Pequim.

A Vale vendeu minério de Carajás, com teor de 64,74 por cento de ferro, por cerca de 117 dólares a tonelada, cerca de quatro dólares abaixo da venda anterior de um produto similar, disseram traders.

A mineradora brasileira, a maior produtora do mundo, está oferecendo cerca de 167 mil toneladas de minério de 65,59 por cento de teor nesta terça-feira, disse um trader baseado em Xangai.

AÇO NA MÍNIMA

Os futuros do aço da China caíram pela sétima sessão consecutiva para uma baixa recorde nesta terça-feira, pressionados pela demanda decrescente no mercado mundial de aço que tem diminuído o apetite por minério de ferro.

Mas empresas de aço na China estão cautelosas para cortar a produção por medo de perder fatia de mercado em um ambiente altamente fragmentado.

Além disso, como a maior parte das usinas de aço do país são de propriedade do Estado, a maioria das siderúrgicas mantém seus fornos funcionando para manter o emprego.

Tudo o que sabemos sobre:
MINERACAOPRECOSCHINA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.