Preço do minério de ferro cai mais e se aproxima de US$100/t

O preço do minério de ferro no mercado à vista atingiu o seu menor valor desde dezembro de 2009 e está se aproximando de 100 dólares por tonelada, com siderúrgicas chinesas evitando contratos de carregamentos por expectativas de que as cotações possam cair mais.

Reuters

23 de agosto de 2012 | 12h39

Algumas siderúrgicas da China estão descumprindo contratos ou adiando embarques de até 4 milhões de toneladas de minério de ferro, segundo operadores, uma evidência de como o mercado mais fraco no país asiático está afetando o setor siderúrgico.

"O quarto trimestre poderá ser muito, muito ruim também. É o pico do período de produção de minério de ferro no Brasil, e, se a China não fizer algo para estimular a demanda, o mercado de aço não vai se recuperar", afirmou um operador do mercado físico do minério em Cingapura.

O Brasil é o segundo maior exportador de minério de ferro, após a Austrália.

O minério de ferro, matéria-prima chave para a indústria siderúrgica, já caiu cerca de 30 por cento desde o pico de 150 dólares deste ano.

O minério com 62 por cento de teor de ferro atingiu 104,70 dólares a tonelada na quarta-feira, o menor valor desde 16 de dezembro de 2009.

A commodity é o principal produto da Vale, a maior produtora de minério de ferro do mundo.

Já o contrato do vergalhão de aço negociado em Xangai atingiu mínima de 3.519 iuan (550 dólares) por tonelada, o mais baixo valor desde que a bolsa lançou o contrato futuro, em 2009.

Os contratos futuros do aço em Xangai caíram pela nona sessão, após dados da indústria da China mostrarem que a economia pode não se recuperar sem estímulos.

(Por Manolo Serapio Jr)

Mais conteúdo sobre:
MINERACAOPRECOCAI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.