Preço do minério na China sobe pela 1a vez desde abril

Os preços à vista do minério ferro subiram nesta quarta-feira, sustentados por expectativas de que Pequim fará o necessário para impulsionar uma economia em desaceleração, o que deverá resgatar a demanda por aço e sua principal matéria-prima.

MANOLO SERA, REUTERS

30 Maio 2012 | 12h58

A rápida queda nos preços do minério neste mês também atraiu alguns compradores de volta ao mercado, com algumas siderúrgicas chinesas reabastecendo estoques baixos após um salto nos preços do aço.

O preço do minério recuou quase 9 por cento até agora em maio, muito mais que o declínio de quatro por cento nos preços do aço, com compradores chineses postergando carregamentos, devido à fraca demanda por aço.

Os preços ofertados para o minério importado na China subiram nesta quarta-feira pela primeira vez desde o início de abril, com cargas da Austrália e do Brasil aumentando em até 2 dólares por tonelada com base em dados da consultoria industrial Umetal.

"Parece que o mercado de aço está antecipando medidas do governo chinês para aumentar a demanda e, portanto, alguns comerciantes estão mais confiantes sobre o futuro", disse um trader de minério de ferro, de Xangai.

O minério referência com 62 por cento de teor de ferro subiu 1,4 por cento, para 132,50 dólares por tonelada nesta terça-feira.

A Vale, maior produtora de minério de ferro do mundo, tem vendido cargas ativamente no mercado à vista neste mês, com alguns traders estimando estas vendas em três milhões de toneladas.

A mineradora brasileira está vendendo outra carga de 176 mil toneladas de minério com 64 por cento de teor de ferro neste quarta-feira, disseram traders.

Mais conteúdo sobre:
MINERACAOPRECOSFERRO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.