Preço do minério pode subir com reabastecimento chinês--mercado

Mais reabastecimento das siderúrgicas chinesas e limitados carregamentos podem elevar os preços do minério de ferro nesta semana, embora os ganhos possam ser limitados com compradores pouco interessados em levar carregamentos caros e vendedores dispostos a esperar até depois do feriado em fevereiro.

MANOLO SERA, Reuters

28 de janeiro de 2013 | 14h01

Algumas siderúrgicas da China, maior compradora de minério de ferro, ainda estão reabastecendo seus estoques antes do Ano Novo Lunar que dura uma semana, mas não estavam desesperadas a ponto de comprarem a qualquer preço, disseram traders.

"Algumas usinas estão dispostas a comprar cargas adicionais caso o preço oferecido seja mais baixo que o do mercado. Caso contrário, elas podem esperar", disse um gerente de compras de uma empresa de comércio de minério de ferro em Xangai.

Aqueles que querem comprar estão considerando valores entre 143 e 144 dólares por tonelada de minério com 62 por cento de teor de ferro, ele disse.

Isso é cerca de 5 a 6 dólares mais barato que o preço de mercado de 148,40 dólares por tonelada observado nesta segunda-feira, com base nos dados do Steel Index.

O preço do minério de ferro fechou com alta de 2,4 por cento na semana passada, seu sétimo ganho semanal em oito.

"Vendedores com carregamentos também não querem vender e podem esperar até o final do Ano Novo Chinês", disse o gerente, cuja empresa deve manter estoques de menos de 100 mil toneladas presos em portos devido às baixas ofertas da siderúrgicas.

Os limitados carregamentos que estão sendo oferecidos no mercado à vista podem ajudar a sustentar os preços, com chuvas reduzindo os embarques do Brasil e Austrália, importantes fornecedores, disseram traders.

Portos australianos foram fechados brevemente neste mês devido a tempestades.

Ofertas de minério de ferro australiano e brasileiro na China subiram em até dois dólares por tonelada nesta segunda-feira, de acordo com a consultoria chinesa Umetal.

"Mas parece difícil desta vez que ele consiga chegar perto de 160 dólares novamente", disse um operador baseado em Cingapura, acrescentando que os preços devem provavelmente ser negociados em faixas mais estreitas logo antes do feriado chinês.

Nesta segunda-feira, os preços do minério com 62 por cento de teor de ferro registravam uma queda de 0,20 dólar.

Mais conteúdo sobre:
MINERIOPRECOSCHINA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.