Ed Dourado/AE
Ed Dourado/AE

Preço do trigo ao produtor cai 13% no PR

Com maior volume do cereal no mercado a partir de setembro, triticultores preveem comercialização difícil

Jane Miklasevicius, O Estado de S. Paulo

26 Agosto 2009 | 10h08

.

Produtores de trigo do Paraná estão colhendo a nova safra já prevendo dificuldades na comercialização a partir de setembro, quando um maior volume do cereal deve chegar ao mercado. A demanda pelo grão tem sido fraca nas últimas semanas, com a maioria dos moinhos abastecida ou aguardando o aumento da oferta para negociar o produto a preços mais baixos.

 

A cotação do grão vem caindo tanto no mercado de lotes (negociação entre empresas) como no balcão (direto com o produtor). Hoje, o triticultor paranaense recebe R$ 25,33/saca, valor 13% abaixo dos R$ 29,32/saca obtidos, em média, em agosto de 2008. O valor também é menor que o registrado em setembro de 2008, que foi de R$ 27,46/saca.

 

O preço atual do trigo está bem abaixo do valor mínimo fixado pelo governo para esta safra, de R$ 31,80/saca (trigo pão). O preço mínimo serve de referência para as políticas de apoio à comercialização, como os leilões de escoamento de produto, as aquisições diretas para recompor estoques públicos ou mesmo para leilões de contratos de opção de venda futura.

 

Como a tendência para os preços do trigo é baixista, o setor produtivo já reforçou pedido para que o governo lance imediatamente esses mecanismos de apoio, a fim de sustentar as cotações.

Mais conteúdo sobre:
Agrícolaagronegóciostrigo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.