Prédio abalado por incêndio em SP será implodido

Risco de desabamento do prédio mantém proibida a circulação dos trens da CPTM que passavam próximos à região

AE, Agência Estado

31 de dezembro de 2011 | 14h45

SÃO PAULO - O Edifício Moinho, danificado durante um incêndio na Favela Moinho em 22 de dezembro, na região central de São Paulo, será implodido neste domingo, às 17h. Técnicos contratados pela prefeitura e da Defesa Civil estiveram no local neste sábado.

O risco de desabamento do prédio mantém proibida a circulação dos trens da CPTM que passavam próximos à região do incêndio. As linhas Rubi e Diamante foram interditadas entre as Estações Barra Funda e Luz e Barra Funda e Júlio Prestes, respectivamente, e podem ser liberadas a partir da terça-feira.

O incêndio na Favela do Moinho deixou dois mortos e 1,5 mil desabrigados. Durante o incêndio, 368 barracos pegaram fogo.

Tudo o que sabemos sobre:
Moinhoincêndiofavela Moinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.