Prefeito de Maranguape baixa em 12,6% tarifa de ônibus

O prefeito de Maranguape, na Grande Fortaleza, Átila Câmara (PSB), antecipando-se à manifestação que os estudantes organizam para este sábado, 29, resolveu nesta sexta-feira baixar em 12,6% a passagem de ônibus intermunicipal para a capital do Ceará. Com isso a passagem sai dos atuais 5,15 reais para 4,50 reais, registrando uma diminuição de 65 centavos. A tarifa reduzida começa a valer a partir de zero hora de segunda-feira, 1. Câmara foi mais além e anunciou que lutará para que Maranguape seja enquadrada na melhoria do transporte público prometida pelo governador Cid Gomes (PSB), com um moderno terminal de ônibus, coletivos novos, mais rotas e horários. A cidade primeira do Estado a reduzir a tarifa de ônibus.

LAURIBERTO BRAGA, Agência Estado

28 de junho de 2013 | 16h27

Na semana passada, o prefeito de Maranguape se reuniu com os representantes das empresas de transporte Penha e São Paulo, pediu a redução da tarifa dos ônibus que fazem a linha Fortaleza-Maranguape e pôs a prefeitura à disposição para possíveis negociações. Na noite desta quinta-feira, 27, o resultado do encontro veio por meio de uma resposta positiva das companhias, que se comprometeram em reduzir a tarifa maior para 4,50 reais a partir de segunda-feira.

"Essa é uma conquista inicial para trabalhadores e estudantes locais que, logicamente, devem continuar lutando por seus direitos em todas as áreas, não só no transporte público", afirmou Câmara. Ele fez um apelo aos manifestantes deste sábado: "Peço a todas as pessoas que têm ido e irão às ruas se manifestar por aquilo que entendem de direito que o façam em paz, principalmente evitando que inocentes paguem nesse momento histórico da luta produtiva do povo aguerrido de Maranguape."

Mesmo assim, está mantida a manifestação Acorda, Maranguape para este sábado, àss 9 horas, com saída do Terminal Rodoviário do município. Os manifestantes reivindicam que a passagem tenha redução maior. De acordo com os estudantes, a passagem deveria custar 2,85 reais e não os 4,50 reais anunciados por Câmara. Eles querem ainda a adoção do bilhete único na cidade.

Tudo o que sabemos sobre:
ProtestosMaranguape

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.