Prefeito expulsa, a tiros, assaltantes de banco na Bahia

O prefeito de Abaré, 600 quilômetros ao norte de Salvador, na divisa com Pernambuco, Delísio Oliveira, reagiu, a tiros, a um assalto ao caixa eletrônico da agência do Banco do Brasil instalada na prefeitura na madrugada de hoje. De acordo com informações da delegacia do município, cerca de dez homens invadiram o banco e arrombaram o equipamento usando um maçarico. Quatro funcionários da prefeitura que estavam no local foram rendidos e trancados em um banheiro.

TIAGO DÉCIMO, Agencia Estado

15 Julho 2009 | 20h16

Quando estavam saindo do local, os assaltantes foram avistados pelo prefeito, que voltou à sede administrativa para pegar documentos antes de uma viagem para Salvador, agendada para hoje. Ao notar a movimentação, Oliveira passou a atirar contra os criminosos, que conseguiram fugir. O montante roubado não foi divulgado. Segundo a polícia, a única pista dos assaltantes é que eles fugiram para Pernambuco. O prefeito admitiu não ter posse de arma, mas disse não ter medo de sofrer punições. Alegou, em entrevista a uma emissora de rádio, que "o importante é a segurança da população".

Mais conteúdo sobre:
assalto BA banco Abaré Delísio Oliveira

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.