Prefeitura de SP contabiliza R$ 260 mil de prejuízo

São Paulo, 22/6/2013 - A prefeitura de São Paulo informou que as depredações em bens públicos durante os protestos da última terça-feira (18), organizados pelo Movimento Passe Livre, deverão custar mais de R$ 260 mil aos cofres públicos da cidade. Só a recuperação do Edifício Matarazzo, sede da prefeitura, ficará em R$ 250 mil, valor que não inclui o custo de restauro da obra de arte "A Guanabara", do artista João Batista Ferri, em frente ao prédio, também danificada.

AE, Agência Estado

22 Junho 2013 | 12h49

Também sairão dos cofres públicos mais de R$ 12 mil para a limpeza da fachada do Theatro Municipal e substituição de vidros quebrados.

Porto Alegre

Outro balanço divulgado de danos após protestos desta semana foi o do Sindilojas de Porto Alegre (SP). Além da queda de 50% no faturamento das lojas pelo fechamento antecipado, o prejuízo após as depredações de quinta-feira (20) ultrapassa R$ 600 mil com danos em cortinas de ferro, vidros, fachadas e equipamentos quebrados, pichação e saques. (Equipe AE)

Mais conteúdo sobre:
ProtestosSPPrefeitura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.