Prefeitura de SP define redução de aluguel do Pacaembu

Um decreto publicado anteontem (23) no Diário Oficial da cidade de São Paulo oficializou a redução do aluguel do estádio do Pacaembu para jogos de futebol. A prefeitura manteve a taxa equivalente a 12% da arrecadação bruta para jogos diurnos com cobrança de ingresso, mas acrescentou a opção de um valor de R$ 50 mil por jogo, que não existia antes. Ou seja, o clube pagará o menor valor entre os dois. Em jogos noturnos, a taxa de aluguel será de R$ 62,5 mil, ou 15% da renda bruta, o que for menor. Foram mantidas as garantiras mínimas de R$ 20,860 mil para os jogos diurnos e de R$ 22,946 mil para os jogos noturnos.

AE, Agência Estado

25 de abril de 2010 | 11h31

O decreto com os preços originais de aluguel do estádio foi publicado em dezembro de 2009, mas os valores foram questionados pelo Corinthians, que chegou a jogar algumas partidas do Campeonato Paulista em Barueri para pressionar o poder público a negociar uma redução. Na última quarta-feira, quando ainda valia a taxa única de 15% da renda bruta, o jogo entre Corinthians e o colombiano Independiente de Medellín rendeu mais de R$ 1,8 milhão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.