Prefeitura de SP desapropriará área da Camargo Corrêa

Uma área particular com 4,35 mil metros quadrados será desapropriada e incorporada ao Parque Municipal da Aclimação, na zona sul de São Paulo, de acordo com lei sancionada pelo prefeito Gilberto Kassab (DEM) e publicada hoje no Diário Oficial do Município. O parque possui mais de 40 mil m². A área que será desapropriada pertence à Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário (CCDI), do Grupo Camargo Corrêa, desde 2000. A intenção do grupo era construir duas torres de apartamentos no local. A CCDI iniciou a obra, mas a construção foi embargada pela Subprefeitura da Sé.Em julho, o Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp) limitou em 10 metros a altura das construções ao entorno do parque, impedindo que a CCDI retomasse a obra das duas torres residenciais. Segundo o Diário Oficial, a desapropriação será feita por meio de negociação. A CCDI informou que o setor jurídico da empresa avalia a situação e, por enquanto, não se pronunciará.

CARINA URBANIN, Agencia Estado

28 de abril de 2008 | 19h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.