Prefeitura de SP distribuirá Tamiflu em 145 postos

A Prefeitura de São Paulo começa hoje a distribuir gratuitamente o medicamento oseltamivir (genérico do Tamiflu), de combate à gripe suína, em 115 postos de assistências médicas ambulatoriais (AMAs). Nos hospitais da cidade, o Tamiflu continuará a ser distribuído por 25 Supervisões Técnicas de Saúde e por cinco plantões regionais de saúde, totalizando 145 postos de distribuição na capital paulista. Os doentes ou parentes deles devem ir à AMA mais próxima de sua casa munidos de receita médica e de um formulário especial preenchido por seu médico.

AE, Agencia Estado

07 Agosto 2009 | 14h12

O Tamiflu é indicado para tratar pacientes com todos os sintomas da Influenza A (H1N1) que estejam em grupos de risco. Os sintomas da nova gripe são febre acima de 38ºC, tosse, dificuldade para respirar, dores na cabeça e no corpo. São considerados grupos de risco para a enfermidade grávidas, crianças com menos de dois anos, idosos com mais de 60 anos, pessoas com baixa imunidade causada por câncer ou aids, doentes crônicos ou com problemas cardíacos, pulmonares, renais e sanguíneos, diabéticos, hipertensos e obesos mórbidos.

Outras informações podem ser obtidas na página da Coordenação de Vigilância em Saúde (Covisa) na internet, no endereço www.prefeitura.sp.gov.br/covisa, ou pelo telefone 156.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.