Prefeitura reforça segurança após ataques na Bahia

A prefeitura de Salvador, na Bahia, reforçou a segurança na cidade, por conta dos vários saques e arrastões ocorridos na madrugada desta sexta-feira, 3. Os policiais militares do estado estão em greve desde a tarde de terça-feira, 31.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

03 de fevereiro de 2012 | 12h25

Segundo a prefeitura, alguns serviços públicos foram reforçados, como a iluminação pública, e as 46 câmeras de videomonitoramento da Companhia de Governança Eletrônica do Salvador (Cogel), estão à disposição dos policiais militares que não paralisaram os serviços.

Prisão

Os poucos policiais militares que não aderiram à greve prenderam na madrugada desta sexta-feira, 3, quatro homens que utilizavam um maçarico para arrombar um terminal de atendimento eletrônico de uma agência bancária no município de São Felix.

Com os bandidos, foram apreendidas duas armas, uma pistola calibre 380, um revólver calibre 38, dois automóveis, além de diversos materiais utilizados na ação. Deived Quinto de Jesus,de 27 anos, Rildo Pereira de Andrade, de 45, Fagner Seixas Pereira, de 26, e Audiclei ''Noia'' da Silva, de 27, foram apresentados na delegacia local para lavratura do flagrante.

Salvamento

O Grupamento Aéreo da Polícia Militar (GRAER) resgatou no final da tarde de ontem três pessoas, de um grupo de oito, após o naufrágio de um caiaque de competição no Rio Vermelho, na altura da rua Fonte do Boi. Em seguida, uma embarcação da Marinha socorreu o restante do grupo e todos passam bem.

Tudo o que sabemos sobre:
grevepoliciaisBA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.