Premiê francês diz que resgate de reféns na Argélia continua

O primeiro-ministro francês, Jean-Marc Ayrault, disse nesta sexta-feira que o governo argelino informou que a operação para resgatar reféns mantidos por militantes islâmicos em um complexo de gás na Argélia ainda estava em andamento nesta manhã.

Reuters

18 de janeiro de 2013 | 09h46

"Eu acabei de falar neste momento com o primeiro-ministro argelino, que me confirmou que a operação está em curso", disse Ayrault, acrescentando que está em contato constante com os governos dos outros países envolvidos no sequestro.

"A morte de vários reféns é algo deplorável", disse Ayrault a jornalistas.

Pelo menos 22 reféns estrangeiros continuavam desaparecidos nesta sexta depois que forças argelinas invadiram o complexo de gás no Saara e libertaram centenas de trabalhadores, numa operação que também causou a morte de dezenas de reféns.

(Reportagem de Julien Ponthus e Catherine Bremer)

Mais conteúdo sobre:
ARGELIAREFENSRESGATE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.