Premiê turco anuncia novo gabinete; equipe econômica principal não muda

O novo governo assume o poder em um momento desafiador para a Turquia devido a fraco crescimento econômico

GULSEN SOLAKER, REUTERS

29 Agosto 2014 | 07h51

O primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, anunciou um novo gabinete de governo nesta sexta-feira, mantendo no lugar os principais integrantes da equipe econômica e indicando para ministro das Relações Exteriores o encarregado dos assuntos da Turquia com a União Europeia.

O diplomata de carreira Mevlut Cavusoglu, que está deixando o posto de ministro de Assuntos da UE, se tornou chanceler, no lugar de Davutoglu. Yalcin Akdogan, um assessor do novo presidente, Tayyip Erdogan, foi nomeado vice-primeiro-ministro, como também Numan Kurtulmus, que é vice-presidente do governista partido AK.

Mantiveram seus postos o vice-primeiro-ministro Ali Babacan, que era o responsável pelos assuntos econômicos no último gabinete, o ministro das Finanças, Mehmet Smisek, o ministro da Economia, Nihat Zeybecki, e o ministro da Energia, Taner Yildiz.

O novo governo assume o poder em um momento desafiador para a Turquia, já que o crescimento econômico um dos pilares em que se assenta a popularidade do partido AK - desacelerou, e o mapa do Oriente Médio, no entorno do país, está sendo rapidamente redesenhado.

O avanço dos insurgentes do Estado Islâmico no Iraque e na Síria, na fronteira sul da Turquia, representa uma grande ameaça à segurança do país.

Mais conteúdo sobre:
TURQUIA GOVERNO MINISTROS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.