Premier britânico sofre novo baque em pesquisa de opinião

A sorte política do primeiro-ministro britânico Gordon Brown sofreu um novo baque de acordo com nova pesquisa de opinião pública que mostrou uma queda de 7 pontos, para 25 por cento, no apoio ao seu partido Trabalhista. De acordo com a pesquisa ComRes, feita para o jornal The Independent e publicada neste domingo, o partido Conservador tem uma vantagem de 16 pontos sobre os Trabalhistas. O apoio aos conservadores é de 41 por cento. Brown, que deve convocar uma nova eleição até 2010, parecia estar fazendo progressos contra seus rivais nas últimas pesquisas, à medida em que os eleitores aprovaram as medidas adotadas pelo governo para lidar com a crise financeira. Mas agora com a economia britânica em recessão, cortes de postos de trabalho avançando e bilhões de libras dos contribuintes sendo jogados em bancos, o que parecia ser uma recuperação de Brown pode ter chegado ao fim. Ainda assim, os eleitores seguem em dúvida sobre a capacidade do líder conservador David Cameron em resolver os problemas econômicos da Grã-Bretanha. Apenas 35 por cento dos consultados na pesquisa disseram que Cameron tem as respostas para tirar a Grã-Bretanha da recessão. Outros 45 por cento disseram que os conservadores não tem a solução para os problemas. Outra pesquisa divulgada neste domingo, elaborada pelo YouGov para o jornal Sunday Times, deu a Brown um pequeno conforto ao mostrar que sua popularidade não está despencando, mas ainda assim o levantamento dá 12 pontos de vantagem aos Conservadores, com 44 por cento de apoio. A pesquisa ComRes foi feita com 1.006 adultos nos dias 11 e 12 de fevereiro. O levantamento do YouGov ouviu online 1.711 adultos na Grã-Bretanha no dias 12 e 13 de fevereiro. (Reportagem de Frank Prenesti)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.