Presidente da Gaviões da Fiel deixa prisão após 18 dias

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) concedeu segunda-feira habeas corpus para Antonio Alan Souza Silva, conhecido como Donizete, presidente da torcida organizada Gaviões da Fiel, para que ele possa responder em libedade até o julgamento do mérito do recurso. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), ele deixou o 77º DP por volta das 22 horas de segunda-feira, após 18 dias de prisão.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

29 Maio 2012 | 14h01

Antonio Alan teve sua prisão temporária decretada no último dia 10, por supostamente fazer parte do confronto entre as torcidas organizadas Gaviões da Fiel e Mancha Alviverde, ocorrido no dia 25 de março, que envolveu centenas de torcedores, provocou a morte de André Alves Lenzo e deixou vários feridos, segundo o TJ-SP. No mesmo dia da decretação da prisão, Alan se apresentou à delegacia. A liminar concedendo a liberdade ao presidente da torcida organizada foi dada pelo desembargador Walter de Almeida Guilherme, da 15ª Câmara Criminal.

Mais conteúdo sobre:
prisão presidente Gaviões da Fiel

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.