Presidente de Burkina Fasso renuncia após protestos

Presidente de Burkina Fasso renuncia após protestos

Compaoré emitiu um comunicado anunciando sua renúncia e afirmando que o cargo de chefe do Estado se encontrava vago

REUTERS

31 de outubro de 2014 | 12h06

O presidente de Burkina Fasso, Blaise Compaoré, deixou o poder, anunciou um tenente-coronel da guarda presidencial nesta sexta-feira, de acordo com o canal de TV Burkina24.

O tenente-coronel Issaac Zida fez o anúncio na Place de la Nation, na capital Ouagadougou, no momento em que dezenas de milhares de pessoas se aglomeravam para exigir a renúncia de Compaoré, um dia após uma onda de protestos violentos.

A rádio Omega noticiou separadamente que Compaoré emitiu um comunicado anunciando sua renúncia e afirmando que o cargo de chefe do Estado se encontrava vago.

(Reportagem de Joe Penney e Mathieu Bonkoungou em Ougadougou e Bate Felix em Dacar)

Mais conteúdo sobre:
BURKINAFASSORENUNCIAPRESIDENTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.