Presidente de importante comitê do Congresso dos EUA tem linfoma

Dave Camp, republicano do Michigan, que é o presidente de um poderoso comitê do Congresso dos EUA, anunciou no sábado que vai começar a se tratar de linfoma não-Hodgkin, um câncer que começa em partes do sistema imunológico do corpo.

Reuters

28 de julho de 2012 | 18h13

"Depois de um check-up anual de rotina, os médicos descobriram que tenho um tipo ainda em estágio inicial, muito tratável e curável de linfoma do tipo não-Hodgkin --linfoma de células B", disse Camp em um comunicado.

O comunicado diz que o político fará sessões quimioterapia a cada três semanas pelos próximos meses e que pretende continuar seu trabalho na Câmara dos Deputados durante o tratamento.

Ele disse também que seus médicos e ele esperam conseguir "uma recuperação completa e a cura".

( Por Deborah Zabarenko)

Tudo o que sabemos sobre:
CONGRESSOEUADEPUTADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.