Presidente deposto de Honduras diz que volta domingo para o país

O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, afirmou que voltará para o seu país neste domingo "com vários presidentes", em um claro desafio ao governo de fato e às ordens de prisão que o esperam em Tegucigalpa.

REUTERS

04 Julho 2009 | 16h52

"No dia de domingo, este domingo, estaremos em Tegucigalpa abraçando-os, acompanhando-os para fazer valer o que tanto defendemos em nossas vidas, que é a vontade de Deus através da vontade do povo", disse em mensagem gravada divulgada neste sábado pela rede de televisão Telesur.

Não estava claro no momento onde e quando a mensagem foi gravada.

(Reportagem de Patricia Rondón e César Illiano)

Mais conteúdo sobre:
HONDURAS ZELAYA VOLTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.