Presidente do Egito cancela visita ao Paquistão após ampliar poderes

O presidente egípcio, Mohamed Mursi, cancelou uma visita de Estado ao Paquistão nesta sexta-feira, disseram autoridades governamentais, um dia após ter ampliado seus próprios poderes, uma medida que deve ampliar as divisões dentro do Egito.

Reuters

23 de novembro de 2012 | 08h12

Não foi divulgada nenhuma razão de imediato para o cancelamento da visita de Mursi ou para sua ausência em uma cúpula de países em desenvolvimento em Islamabad, na quinta-feira.

Mursi, membro da Irmandade Muçulmana, provocou polêmica na quinta-feira no Egito ao emitir um decreto que o colocou acima da lei até que um novo Parlamento seja eleito.

(Reportagem de Randy Fabi)

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOMURSICANCELAVIAGEM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.