Presidente do TCE no RS deixa hospital após assalto

Vítima de um assalto em sua residência quando levou uma facada no abdômen em São Sepé, Região Central do RS, 262 km de Porto Alegre, o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), João Luiz Vargas, passa bem e já recebeu alta do Hospital de Caridade de Santa Maria, onde foi medicado na madrugada deste domingo.

CARLOS ALBERTO FRUET, Agencia Estado

14 de junho de 2009 | 17h31

A casa de Vargas foi invadida no final da noite de sábado, onde três ladrões renderam ele e outras cinco pessoas (sua mulher, duas irmãs, filho e nora) e reviraram todo o interior do imóvel. Com vários pertences da família, os três delinquentes e um quarto, que os aguardava em um carro, fugiram e foram perseguidos por uma patrulha de Brigada Militar. Dois deles, Fábio Fagundes da Rosa, 29 anos, e Vilmar da Silveira Ribeiro, 24, foram baleados na perna. Conforme o delegado César Renan Rodrigues dos Santos, os dois cumpriam pena no regime semi-aberto e tinham autorização para ficar na rua até o final da tarde deste domingo.

A polícia recuperou uma arma, joias, a camionete de Vargas e outros pertences. Os outros dois ladrões furaram o bloqueio e ainda não foram localizados.

Mais conteúdo sobre:
assaltoRSpresidente do TCE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.