Presidente pede esforço para obter acordo

Lula conversou por telefone com secretário da ONU sobre debate do clima

LEONENCIO NOSSA e L.G., COM REUTERS, BRASÍLIA, O Estadao de S.Paulo

29 Dezembro 2009 | 00h00

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu ontem ao secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que mantenha os esforços para que avancem as negociações de um acordo de combate ao aquecimento global. Segundo o governo brasileiro, o pedido foi feito durante telefonema de Ban a Lula que durou cerca de 10 minutos.

O diálogo ocorreu dez dias após o fim da reunião da ONU em Copenhague, que terminou sem um novo pacto climático para substituir o Protocolo de Kyoto. No telefonema, Lula teria dito ao coreano que considera a ONU o fórum ideal para tratar a questão climática.

Na avaliação da equipe do presidente Lula, o Brasil saiu da conferência como um participante ativo e não como um vilão na discussão sobre mudanças climáticas, ao apresentar uma meta na redução da emissão de gases de efeito estufa, o que causou uma boa impressão na comunidade internacional.

GLOSSÁRIO

Convenção do Clima da ONU:Tratado internacional assinado em 1992, no Rio, por 192 países, que tem o objetivo de estabilizar a concentração de gases-estufa na atmosfera em um patamar que evite o desequilíbrio do clima no planeta

Protocolo de Kyoto: Acordo de 1997, complementar à Convenção do Clima, estipula meta obrigatória de redução de 5,2% das emissões de gases-estufa para países desenvolvidos. O primeiro período de vigência vence em 2012

Fundo de adaptação: Recursos para ajudar os países em desenvolvimento a se adaptarem às mudanças climáticas

Ratificação: Aprovação formal - pelo parlamento ou equivalente - de convenção, protocolo ou tratado. A ratificação ocorre após um país assinar um acordo. Os EUA, por exemplo, assinaram, mas não ratificaram o Protocolo do Kyoto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.