Preso acusado de exploração sexual de mulheres

A Polícia Civil de São Paulo prendeu, na noite da terça-feira (12), o proprietário de uma casa de prostituição em São Miguel Paulista (zona lesta da capital). Identificado como L. P. J., ele será indiciado por rufianismo (tirar proveito da prostituição alheia), tráfico interno de pessoas e por manter o local de prostituição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.