Preso acusado de matar professora

Um aluno de 33 anos é acusado de assassinar a professora, de 27 anos, por quem era apaixonado. Thomas Hiroshi Haraguti invadiu a sala dos professores na noite de segunda-feira e matou a docente, Simone Lima, a facadas, supostamente por não ter seu amor correspondido. Horas depois, já na madrugada de ontem, ele foi preso numa mata em Itirapina (SP), onde ocorreu o crime.

RENE MOREIRA , ESPECIAL PARA O ESTADO / FRANCA, O Estado de S.Paulo

13 de março de 2013 | 10h12

Câmeras de segurança da Escola Estadual Professor Joaquim de Toledo Camargo, no centro da cidade, registraram o momento em que o rapaz chegou e entrou pela porta da frente trajando um sobretudo preto. Ele foi direto à sala dos professores, onde Simone se encontrava ao lado de dois outros docentes. Segundo as testemunhas, o acusado empurrou um deles e partiu para cima de Simone, que foi atingida com sete golpes.

Em seguida, ele saiu apressado da escola, deixando cair a faca e um celular. Simone foi levada de ambulância para o Hospital Municipal São José, mas chegou morta. Haraguti fugiu por um terreno perto da represa do Broa, na região onde mora.

Policiais de Rio Claro ajudaram nas buscas e contaram com o apoio de cães farejadores. Preso e levado para a delegacia de Itirapina, Haraguti teria confessado o assassinato de imediato e sem demonstrar arrependimento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.