Preso membro de grupo acusado por onda de assaltos

Depois de uma denúncia anônima, a Polícia Militar de Franca, no interior de São Paulo, prendeu o quarto integrante da quadrilha de jovens acusados de roubar mais de R$ 1 milhão em bens de residências de alto padrão. Guilherme Rodrigues Alves, de 21 anos, foi localizado e preso no Jardim Ana Dorothea, no sábado, e levado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) da cidade. Outros três rapazes já tinham sido presos preventivamente pela Polícia Civil.

BRÁS HENRIQUE, Agência Estado

23 de maio de 2011 | 15h42

Um quinto suspeito, Tiago Engler Pugliesi, de 24, é o único que está foragido e com mandado de prisão expedido pela Justiça. Sua advogada tenta o relaxamento da prisão. A Polícia Civil investiga as ações da quadrilha e até outros possíveis integrantes. A quadrilha agia há cerca de um ano na região.

O bando, formado por jovens entre 19 e 25 anos, filhos de empresários e comerciantes de Franca, fazia amizades com rapazes e mulheres, filhos de pessoas que moram em casas luxuosas, para conseguir informações e planejar os furtos. No feriado da Páscoa, entre 12 e 15 imóveis foram invadidos.

Leonardo Engler Pugliesi, de 19 anos, João Paulo Limírio, de 25, e Rafael Rodrigues Rossin, de 20, foram os três primeiros detidos pela polícia. Leonardo, irmão do foragido Tiago, é considerado o líder da quadrilha. Dos objetos roubados, apenas cerca de R$ 200 mil teriam sido recuperados.

A Polícia Civil investiga um caderno, uma espécie de "livro-caixa", com anotações de dados de vendas de drogas e objetos furtados. A letra seria de Leonardo, segundo exame grafotécnico. Além de furto, a quadrilha deverá responder processo por tráfico e associação para o tráfico de drogas.

Tudo o que sabemos sobre:
crimerouboprisãoclasse médiaFranca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.