Preso suspeito de vender arma para atirador do Rio

Policiais da Delegacia de Homicídios prenderam um homem de 57 anos suspeito de ter vendido uma das armas usadas por Wellington Menezes de Oliveira, autor do massacre na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro. No último dia 7, Wellington matou 12 adolescente e deixou outros 12 feridos.

PRISCILA TRINDADE, Agência Estado

14 de abril de 2011 | 13h39

O homem preso hoje teria vendido para Wellington um revólver calibre 38, com numeração raspada. Segundo as informações, o suspeito trabalhava num abatedouro, situado na Estrada Teixeira, e teria sido colega de trabalho do atirador. O homem foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva, pelo crime de comércio ilegal de arma de fogo, expedido pela Justiça.

Mais conteúdo sobre:
tiroteioescolaarmavendaprisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.