Presos 12 acusados de tráfico internacional de pessoas

A Polícia Federal (PF) realiza hoje uma operação com o objetivo de desarticular uma quadrilha suspeita de falsificar documentos e fazer tráfico internacional de pessoas. Segundo a PF, foram expedidos 38 mandados e busca e apreensão e 12 de prisão preventiva nos municípios mineiros de Governador Valadares, Cuparaque, Conselheiro Pena, Ipatinga, Sobrália e Quatituba, além de um mandado de busca em Vitória (ES). Dez dos doze presos foram detidos em Governador Valadares.

LUCIANA FADON VICENTE E PRISCILA TRINDADE, Agência Estado

18 de novembro de 2010 | 10h58

O esquema, que envolvia falsificação de passaportes, começou a ser investigado em maio, quando um dos membros da quadrilha foi identificado. Sete presos agiam como "cônsules", que, de acordo com a PF, agenciavam as viagens, e cinco falsificavam documentos públicos em Governador Valadares e região. A quadrilha chegava a cobrar até US$ 14 mil para providenciar a viagem.

Os criminosos estão sendo indiciados por formação de quadrilha ou bando e falsificação de documento público. Dez dos doze presos já tinham passagem pela polícia.

Pernambuco

A Polícia Civil prendeu nesta manhã 33 pessoas em Pernambuco durante a Operação Farol, que objetiva coibir o tráfico de drogas e homicídios no Estado. Segundo o diretor geral de operações da corporação, Osvaldo Morais, já foram apreendidos armas, drogas, dinheiro e veículos. Ainda não foi feita a contabilização dos materiais apreendidos.

A Justiça expediu 35 mandados de prisão e 35 de busca e apreensão que serão cumpridos em Olinda, na região metropolitana do Recife. Entre os presos, até por volta das 10h30, dois haviam sido detidos em flagrante.

Tudo o que sabemos sobre:
crimetráficopolíciaprisãoMG

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.