Presos 17 acusados de troca de carro por droga em MT

Vítimas eram mantidas em cativeiro enquanto os carros eram levados para o país vizinho

Elvis Pereira, do estadao.com.br,

17 Dezembro 2008 | 11h34

A Polícia Federal (PF) deteve na manhã desta quarta-feira, 17, em Mato Grosso, 17 acusados de envolvimento num esquema de troca de veículos roubados por cocaína e armas na Bolívia. Os mandados de prisão e os de busca e apreensão foram cumpridos nos municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Pontes e Lacerda, Tangará da Serra e Mirassol d''Oeste. Cerca de 50 agentes da PF participaram da Operação Escambo Branco. O delegado Ronny Emerson Pereira, da PF de Cáceres, afirmou que o caso era investigado havia um ano. "Eles eram especializados em veículos de alto valor", explicou. Segundo Pereira, pelo menos dez detentos da cadeia pública de Cáceres e de dois presídios de Cuiabá estavam envolvidos no esquema.     Os presos, já identificados, recrutavam os responsáveis por levar os carros roubados para a Bolívia. Para evitar problemas no trajeto até a fronteira, as vítimas eram mantidas em cativeiros enquanto o carro era levado ao país vizinho.

Mais conteúdo sobre:
crime PF Operação Escambo Branco

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.