Presos 2 suspeitos de agredir jovem que defendeu mendigo

Dois suspeitos foram presos hoje acusados de terem espancado o estudante de desenho industrial Vitor Suarez Cunha, de 21 anos, no Rio de Janeiro. O espancamento teria ocorrido porque Vitor tentou impedir que um grupo de cinco jovens agredisse um morador de rua na Praça Jerusalém, no Jardim Guanabara, na Ilha do Governador, zona norte do Rio, por volta da 1h de ontem.

FÁBIO GRELLET, Agência Estado

03 de fevereiro de 2012 | 21h04

O estudante agredido sofreu várias fraturas no rosto e está internado em uma clínica particular, onde será submetido a cirurgia. Um amigo de Vitor que presenciou a agressão e prestou depoimento à polícia foi quem identificou três dos agressores. Um deles continua foragido.

Os dois suspeitos presos prestaram depoimento e negam a agressão ao mendigo, embora tenham admitido terem brigado com Vitor. Os acusados são de classe média, segundo a polícia. Os jovens detidos também são acusados de agredir outro rapaz, meses atrás.

O amigo de Vítor contou à polícia que, ao flagrar a agressão ao mendigo, sugeriu ao universitário que interferissem. Vítor foi o primeiro a chegar ao grupo e passou a ser agredido. Quando o estudante caiu no chão, recebeu vários chutes no rosto. A agressão teria durado cerca de cinco minutos. A polícia ainda procura o mendigo.

Tudo o que sabemos sobre:
agressãomendigoestudanteprisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.