Presos 8 acusados de fraudar comércio de gado no RS

Pelo menos oito pessoas foram presas hoje durante a operação Minotauro, da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, acusadas de falsificar compra e venda de gado sem pagamento de impostos. A fraude teria gerado um prejuízo mínimo de R$ 200 mil aos cofres públicos. Entre os presos estão o vereador de Nova Palma, Reni Assis Carnin Stefanello, e um funcionário da Secretária Municipal da Fazenda de Palmares do Sul. Segundo o delegado Sandro Luiz Meinerz, a quadrilha comprava animais com notas de produtores rurais falsificadas e abatia e vendia sem notas fiscais para grandes frigoríficos.Os cerca de cinco mil animais comprados até agora, de acordo com o delegado, eram abatidos sem a presença da Vigilância Sanitária. Os policiais estão cumprindo 27 mandados de busca e apreensão e 11 mandados de prisão temporária em 16 cidades da serra, litoral e região metropolitana do Rio Grande do Sul. A venda do produto irregular acontecia em 47 cidades do Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.