Presos do CDP de Guarulhos fazem 7 funcionários reféns

Sete funcionários do Centro de Detenção Provisória I de Guarulhos, na Grande são Paulo, continuam como reféns dos detentos do presídio, segundo a Polícia Militar. Um grupo de presos tentou fugir no começo da tarde de hoje, quando cerca de cinco suspeitos tentaram entrar no presídio junto com os visitantes para fazer o resgate dos detentos, de acordo com a PM. Com a tentativa frustrada, os presos fizeram os agentes reféns.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

30 Agosto 2009 | 14h54

Informações iniciais davam conta de que os visitantes, que continuam no interior do presídio, também estavam rendidos. Um dos diretores do CDP Wilu Rogério de Jesus está negociando a rendição dos detentos e a liberação dos reféns. O prédio está cercado por viaturas da polícia militar. Um helicóptero Águia, do Grupamento Aéreo, também está no local. Apesar dos reféns, não houve tumulto e não há feridos, segundo a PM.

Mais conteúdo sobre:
fugapresosGuarulhosrefém

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.