Presos mais dois suspeitos do seqüestro de empresário

Segundo a polícia, primo distante do pai do empresário é suspeito de ser o mentor do crime

da Redação, estadao.com.br

21 de maio de 2008 | 06h02

As Polícias Civil e Militar de Americana e Santa Bárbara d'Oeste prenderam na terça-feira, 20, Nilson de Matos, de 52 anos, e Alexandre de Matos, de 19. Ambos são suspeitos de participar do seqüestro do empresário Pedro Ivo Torres de Souza, de 21, que escapou de um cativeiro em Americana, domingo à noite, após atingir com três golpes de machado um dos seqüestradores e de dominar duas pessoas que estavam no cativeiro. Os suspeitos estavam foragidos. Nilson é suspeito de ser um dos mentores. Ele é primo distante de Antonio Alves de Souza, pai do empresário. Segundo depoimento de Souza, Nilson estava com Alexandre e Robson da Silva Barbosa, de 39, na sexta-feira à noite. Os três teriam abordado o empresário na frente da transportadora da família, em Carapicuíba, com um revólver, levado a vítima para um canavial e, depois, para o cativeiro, em Americana. Barbosa foi morto quando cochilava, entre 22 e 23 horas do domingo. O cativeiro pertencia a Gamaliel Carlos Moraes, de 42. Moraes, a estudante de Psicologia Kaline Cantelli Boer, de 22, e a mulher de Alexandre, Rosivânia Scarante, de 29, foram indiciados anteontem por extorsão mediante seqüestro e formação de quadrilha. A polícia não informou por quais crimes serão indiciados Nilson e Alexandre.

Tudo o que sabemos sobre:
seqüestro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.