Presos suspeitos de furto na casa de Celso Russomanno

Três homens e duas mulheres foram presos em Peruíbe, no litoral sul de São Paulo, suspeitos de participarem da quadrilha que furtou objetos na casa do ex-deputado federal Celso Russomanno no início do mês. Dois adolescentes foram apreendidos sob suspeita de também participarem da quadrilha especializada em furtos a residências de alto padrão.

MARÍLIA LOPES, Agência Estado

23 de abril de 2011 | 18h02

Segundo a Polícia Civil, os suspeitos foram presos por volta de 15 horas de ontem em uma casa. Com eles foram encontrados diversos objetos furtados da casa do ex-deputado federal.

Após investigações, a Polícia Civil localizou a quadrilha e obteve um mandado de busca e apreensão na residência. Na vistoria, policiais encontraram aparelhos eletroeletrônicos, relógios de pulso, aparelhos celulares, garrafas de bebidas alcoólicas, joias, cédulas nacionais antigas, cartuchos de projéteis 9 mm íntegros, sete munições de 9 mm, uma pistola falsa e outros objetos. Além dos objetos, foram encontrados dois veículos na casa, que também foram apreendidos.

Os suspeitos não explicaram a procedência os objetos. Todos foram detidos e levados à Delegacia de Polícia de Peruíbe. Alguns dos objetos apreendidos foram reconhecidos pela filha de Celso Russomanno.

O bando foi indiciado por receptação, formação de quadrilha e corrupção de menores. Um homem de 28 anos, apontado como chefe da quadrilha, também responderá por porte de munição de uso restrito. Os suspeitos permanecem presos na Cadeia Pública de Peruíbe. Os dois adolescentes foram entregues ao Conselho Tutelar de Peruíbe.

Mais conteúdo sobre:
crimefurtoCelso Russomanno

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.