Primeira-dama francesa foi hospitalizada para 'descansar', diz porta-voz

O porta-voz da primeira-dama francesa Valerie Trierweiler confirmou no domingo que ela foi internada em hospital em Paris, precisando de "descanso", mas disse que receberia alta na segunda-feira.

Reuters

12 de janeiro de 2014 | 14h17

"Ela está no hospital desde sexta-feira. Ela vai embora amanhã", disse o porta-voz Patrice Biancone à Reuters.

O jornal Le Parisien disse mais cedo que Trierweiler tinha sida levada para um hospital depois de ter sido abalada por relatos de um affaire entre o seu parceiro, o presidente francês, François Hollande, e uma atriz.

Questionado sobre o futuro do relacionamento de Trierweiler com o presidente, Biancone disse: "Ela precisa de descanso. Então ela vai decidir o que fazer".

(Reportagem de Elizabeth Pineau)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.