Primeiro computador puxa vendas do mercado de PCs do País

O mercado brasileiro de computadores cresceu 46% em 2006 na comparação com 2005, influenciado principalmente por vendas a usuários que compraram sua primeira máquina, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee). Segundo a entidade, foram vendidos em 2006 cerca de 8,3 milhões de computadores no País, dos quais 2,2 milhões foram adquiridos por consumidores que compraram seu primeiro PC. A entidade divulga dados mais precisos na próxima semana, mas informou nesta sexta-feira, 2, que se no quarto trimestre não tivesse ocorrido falta de processadores, telas de cristal líquido e notebooks (de até 3 mil reais) no mercado, as vendas teriam sido maiores. Em 2006, a participação dos PCs ilegais no mercado total caiu para 44,7%, menor percentual desde 1997, segundo dados divulgados pela Abinee com base em levantamento realizado pela IT Data Consultoria. A Abinee acredita que o mercado ilegal de computadores deva cair para 30% das vendas totais este ano, "em função da extensão da faixa de isenção do PIS e da Cofins a computadores e notebooks de até 4 mil reais".

Agencia Estado,

02 Fevereiro 2007 | 18h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.