Primeiro transplante parcial de rosto registra um ano de êxito

O primeiro transplante parcial de rosto,a que foi submetida há um ano Isabelle Dinoire, na França, foi um sucesso, afirmam os cirurgiões responsáveis pela operação. "É um êxito anatômico e funcional, e o resultado estético é excelente", indicaram os hospitais universitários de Amiens e Lyon, em comunicado divulgado no primeiro aniversário do transplante. A francesa Isabelle Dinoire, de 39 anos, teve o rosto desfigurado ao ser atacada por umcachorro. As cicatrizes do transplante de nariz, boca e queixo regrediram consideravelmente, apesar de ainda persistir uma ligeira assimetria,indica o jornal Le Parisien. "Voltei a ter uma vida normal e retornarei ao trabalho dentro de algumas semanas", afirmou Isabelle ao jornal. Após comentarem sobre a restauração das funções de mastigação e elocução, os médicos indicaram que os progressos constatados, tanto no plano da sensibilidade como na parte motora, foram confirmados com o passar dos meses. O tratamento imunodepressor permitiu que a rejeição fosse evitada. "A tolerância ao transplante foi excelente", afirmaram os cirurgiões. No último dia 3, Isabelle foi com sua filha e amigos a uma cafeteria, segundo o correspondente do jornal, que a viu mastigar a carne sem dificuldades. O jornalista afirma que conseguiu entendê-la sem problemas, diferentemente do que ocorreu em sua primeira aparição pública, em entrevista coletiva realizada em fevereiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.