Problema em vôo deixa 17 brasileiros presos em Londres

Um grupo de dezessete brasileiros em Londres tenta voltar ao País desde a manhã de sábado, mas problemas com as companhias aéreas Air France e TAM mantêm os passageiros na capital inglesa há três dias. A volta do grupo de brasileiros está prevista para esta segunda-feira, 29, em um vôo da Varig, às 22 horas (horário local).O engenheiro químico Luiz Lobato, de 31 anos, contou que seu vôo pela Air France estava marcado para as 9h de sábado, mas em razão da greve dos funcionários da empresa, o vôo foi remarcado para as 17h40, depois para as 19h40, e, por fim, os passageiros acabaram passando a noite em um hotel, pago pela companhia aérea.Na noite de domingo, a Air France transferiu o grupo para um vôo da TAM com destino a São Paulo. Entretanto, ao chegarem ao balcão da companhia brasileira, foram informados de que o vôo estava lotado. "Fomos recebidos com muita grosseria, aos gritos. O gerente da TAM nos disse que não tínhamos direito algum e que deveríamos reclamar com a Air France", afirmou Lobato. A TAM explicou que só pode acomodar passageiros da Air France quando há disponibilidade de lugares em suas aeronaves e respondeu que o tratamento que os brasileiros receberam em Londres não corresponde ao padrão de qualidade da empresa.BagagensA volta do grupo está prevista para hoje. Porém, os passageiros ainda terão de enfrentar um problema adicional: ninguém sabe onde estão as bagagens. "A Air France nos disse que faria a transferência das bagagens para a TAM, mas hoje soubemos que nossas malas não estão com a Varig, TAM ou mesmo com a Air France", explicou. Lobato está retornando para Natal, no Rio Grande do Norte.

ANNE WARTH, Agencia Estado

29 de outubro de 2007 | 17h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.