Produção de carros movidos a GNV pode começar em 2004

Dentro da estratégia de expandir o consumo de gás natural no Estado de São Paulo e, assim, incentivar a Petrobras a acelerar a exploração do insumo na Bacia de Santos, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse que estão adiantados os estudos para o início da produção de veículos movidos a gás natural veicular (GNV) ainda este ano. "Estamos trabalhando junto às montadoras para que ainda esse ano saia o carro movido a gás. Porque hoje é preciso comprar o carro movido a gasolina ou a álcool e converte-lo, pagando R$ 3 mil e, em muitas vezes, com uma tecnologia discutível", explicou. A Volkswagen está trabalhando nesse projeto, segundo o governador. Ele não recordou, porém, se a outra fabricante engajada no projeto era a Ford ou General Motors, ambas com unidades em São Paulo, como a Volks.Alckmin adiantou haver uma "lista de produtos" que estão em análise, revelando que um dos modelos definidos é o Santana (foto), da Volks. "Será uma revolução, com grande ganho financeiro e ambiental, graças à troca de energia poluente por outra limpa", ressaltou. A rede de distribuição do GNV no Estado, de mais de 300 postos, também foi apresentada como argumento pelo governador para o incentivo à produção da nova frota de veículos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.