Professor agride aluna e professora no litoral de SP

Um professor de 37 anos foi acusado de agredir verbalmente e fisicamente ontem uma aluna de 14 anos e uma professora em escola de Caraguatatuba, no litoral paulista. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo informou que o professor teria ''surtado'' e passado a agredir verbalmente a aluna. Ele teria sido contido por alunos e funcionários ao empurrá-la.

PRISCILA TRINDADE, Agência Estado

30 de setembro de 2010 | 13h52

O professor também teria danificado duas carteiras, uma porta e lixeiras da escola. Uma viatura da Ronda Escolar foi chamada para conter a situação, mas o professor já havia ido embora quando os policiais chegaram ao local. As vítimas foram ao 1º Distrito Policial do município registrar a ocorrência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.