Professor é suspeito de abuso a alunos em Zacarias-SP

Um professor de Educação Física da cidade de Zacarias (SP) é suspeito de abusar de pelo menos 15 alunos de 6 a 9 anos, incluindo 14 garotas, da Escola Municipal Walter Luiz Alves. Ele, que tem 32 anos, disse que "com certeza" é inocente. Os abusos teriam começado em 2009 e prosseguiram neste ano.

SANDRO VILLAR, Agência Estado

24 de setembro de 2010 | 18h15

O advogado do suspeito, Jordemo Zanelli Júnior, garantiu que vai provar a sua inocência. "Sou avô de uma aluna dele, tenho total confiança no professor, é uma acusação injusta, vou provar sua inocência e, se for o caso, exigir indenização", disse.

Por pressão do Conselho Tutelar, o acusado foi afastado de suas funções. A polícia pode pedir a prisão preventiva após a conclusão do inquérito. "Dependendo do resultado dos exames, a prisão preventiva não estará descartada", disse Sergio Ezidio Galviolli, delegado titular do município.

"Ele vai responder por estupro de vulnerável", acrescentou. A pena prevista para o crime é de oito a 15 anos de prisão. "Quando as alunas se dirigiam ao banheiro, o professor ia atrás e praticava o ato libidinoso", segundo o policial.

O Conselho Tutelar também confirmou que o professor se encontrava com elas no banheiro. "Três meninas disseram que ele ia ao banheiro", disse a conselheira Cássia Regina dos Santos Galdiollo. Até agora, sete garotas e um garoto foram ouvidos nos últimos dias. Duas meninas foram examinadas. Outras sete crianças serão ouvidas em breve.

Tudo o que sabemos sobre:
abusoalunosprofessorSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.