Professora é espancada por mãe de aluna em SP

A professora Sonia Maria Mendes, de 48 anos, foi violentamente agredida ontem pela mãe de uma aluna de cinco anos na saída da Escola Municipal João Fernandes Andrade, em Salto de Pirapora (SP). Ela foi derrubada e recebeu pontapés na cabeça. Com fraturas no nariz e no maxilar, a mulher foi submetida a uma cirurgia no Hospital Samaritano, em Sorocaba. Ela continua internada hoje. Revoltados, professores e alunos suspenderam as aulas.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

01 Junho 2011 | 16h40

A agressão ocorreu na rua, na frente da escola, quando a professora saía da aula. A mulher atacou Sonia pelas costas, agarrou-a pelos cabelos e a derrubou, passando a desferir socos e pontapés em seu rosto, enquanto a xingava. Outra professora assistiu às agressões, mas, assustada e com medo de apanhar também, não interferiu. A professora ficou caída, enquanto a agressora se afastava calmamente do local. A diretora Débora de Moura chamou a polícia.

De acordo com professores, a agressora teria reclamado do fato de a professora ter chamado a atenção de sua filha. De acordo com a direção da escola, Sonia é professora experiente e dedicada, tendo trabalhado vários anos com crianças portadoras de deficiência. A prefeitura denunciou a agressão à Polícia Civil. A agressora já foi identificada, mas não teve o nome divulgado como proteção à filha, que estuda na escola. De acordo com a polícia, ela já tinha registro anterior de agressão contra uma vizinha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.